Regulador de crescimento no algodão: qual a importância?

Na maioria dos ambientes de produção no Brasil há necessidade de utilizar o regulador de crescimento no algodão para evitar o crescimento exagerado da planta. As principais moléculas utilizadas são o cloreto de mepiquate e cloreto de clormequate. Essas moléculas reduzem a síntese de giberelina na planta e consequentemente a elongação das células, ou seja, as plantas ficam mais compactas.

Não consegue ler agora? Aproveita então para ouvir a versão em áudio deste post no player abaixo:

Normalmente a primeira a aplicação de regulador de crescimento no algodão é realizada no início do estádio reprodutivo – primeiro botão floral e as aplicação são realizadas até o momento do corte fisiológico – capação. No início do ciclo as doses utilizadas são baixas (0 e 60 g ha-1), sendo que a frequência de aplicação é dependente principalmente das condições climáticas, sobretudo de altas temperaturas e disponibilidade hídrica.

Na imagem abaixo, temos a resposta do algodoeiro à aplicação de cloreto de mepiquat em função das temperaturas diurna e noturnas. A linha vermelha marca a altura de 1,0 m. Note que na temperatura mais alta, as plantas do controle sem regulador passam um pouco da linha, enquanto na temperatura mais baixa elas ficam abaixo. Ainda, com temperaturas altas, praticamente não há efeito do regulador.

Resposta do algodoeiro à aplicação de cloreto de mepiquat reduzido
Foto – C.A. Rosolem

Para realizar o corte fisiológico também são utilizados os inibidores de giberelina, mas com doses maiores (150 a 750 g ha-1), com esse manejo o algodoeiro cessa o crescimento vegetativo.

Para a maior eficiência dos reguladores de crescimento no algodoeiro, alguns cuidados devem ser tomados como:

  1. Adjuvantes

O uso de adjuvantes, que melhoram a absorção do regulador de crescimento pelo algodoeiro. Se ocorrer precipitação significativa antes de 06 horas após a aplicação do regulador, parte da dose deve ser reaplicada, e nesse cálculo deve ser levado em consideração a intensidade da chuva e se o adjuvante foi utilizado.

  • Nitrogênio

Altas doses de nitrogênio também prejudicam a eficiência do regulador, uma vez que a maior oferta de N estimula o crescimento exagerado da planta, sendo necessário a aplicação de maiores doses e maior frequência de aplicação do regulador. Em relação as altas doses de regulador, devem ser evitadas no início do ciclo da cultura, pois podem prejudicar o crescimento radicular e deixar o algodoeiro menos tolerante a seca.

Os principais benefícios do manejo adequado do regulador estão relacionados com o maior pegamento das estruturas reprodutivas, maior peso de capulhos, maior precocidade de planta e maior eficiência dos recursos naturais, como água e radiação. Isso porque como o regulador deixa o dossel mais compacto havendo menor transpiração do dossel, ou seja, menor consumo de água. Além disso, o dossel mais compacto favorece a penetração da radiação até a parte inferior do dossel, evitando o auto sombreamento da planta, e melhorando eficiência no uso da radiação e diminuindo a incidência de doenças como a mancha de ramulária e mancha alvo.

Últimos posts

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar   O fertilizante foliar é um aditivo agrícola que, na agricultura moderna, emerge como uma ferramenta essencial no arsenal de qualquer produção agrícola. Além de melhorar significativamente a saúde geral das...

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

A nutrição foliar é uma técnica na agricultura, que possibilita o fornecimento direto de nutrientes às plantas através das folhas. Esta prática é uma evolução de métodos aprimorada com a ciência agrícola atual. Representa uma abordagem complementar à nutrição...

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Realizar a fixação biológica do nitrogênio (FBN) em seu cultivo é uma prática fundamental e que contribui diretamente para o crescimento e desenvolvimento saudável das plantas. Afinal, a presença do nitrogênio é fato vital para a síntese de proteínas e de outros...

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Em um cenário agrícola cada vez mais desafiador, otimizar o desempenho das plantas é uma meta essencial para garantir produtividade, qualidade e sustentabilidade. Uma abordagem inovadora e eficiente que tem ganhado destaque entre os profissionais com conhecimentos...

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

A agricultura é um dos pilares fundamentais da economia global e demanda constantes inovações e práticas aprimoradas. Dentro deste contexto, a inoculação é uma estratégia de destaque na promoção do crescimento vegetal. Neste artigo, você entenderá: o que é a...

Compartilhar:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recommended
A maturação da cana-de-açúcar é um processo natural e fisiológico…
Cresta Posts Box by CP