Maturadores de cana: saiba como aumentar sua eficiência

Aplicados de 60 a 90 dias antes do uso dos maturadores de cana, os pré maturadores irão potencializar a eficiência dos maturadores de cana, aumentando a produtividade e a qualidade da matéria-prima, melhorando o acúmulo de ATR e entregando o máximo de TAH.

Os maturadores químicos se tornaram ferramentas indispensáveis para o atual sistema de produção de cana-de-açúcar no Brasil, pois permitem colher uma matéria-prima de alta qualidade – com bons níveis de ATR (Açúcar Total Recuperável).

Maturadores de cana

No Centro-Sul, principal região canavieira do país, a maior parte das aplicações desse tipo de produto são direcionadas para o início do ciclo. Nesse momento, sua finalidade principal é antecipar o acúmulo de sacarose em uma cana-de-açúcar que se encontra em pleno crescimento vegetativo devido aos estímulos das chuvas e temperaturas dos meses anteriores (primavera e verão). Ao fazer uso da tecnologia, o metabolismo vegetativo da planta diminui, porém, a fotossíntese continua, assim toda energia produzida não será consumida para produção de colmos ou de flores e sim acumulada na forma de sacarose, podendo ainda, em alguns casos, atuar como inibidor de florescimento.

De maneira geral, a principal janela de aplicação dos maturadores ocorre no início da safra, entretanto existem iniciativas para o uso das tecnologias também em meio e final de safra. As aplicações ao final de safra possuem o objetivo de manter altos os níveis de sacarose acumulados naturalmente durante o meio do ano e que seriam gradativamente drenados pela planta, que retomaria seu processo de crescimento com o retorno das chuvas da primavera. Já as aplicações no meio do ano, motivo de debate entre os profissionais do setor, são apenas recomendadas em regiões onde a pluviosidade segue alta ou na ocorrência de chuvas atípicas.

Atualmente, o Brasil possui uma ampla gama de maturadores registrados para uso na cultura, sendo alguns classificados como reguladores de crescimento e outros, como herbicidas. A diferença principal entre eles se dá através do modo de ação de cada molécula. O Ethephon, por exemplo, é convertido em etileno nas células, hormônio relacionado à maturação dos tecidos, que dificulta o crescimento vegetativo, permitindo acumular sacarose e também bloquear o florescimento. O trinexapac-ethyl entrega os mesmos resultados, mas de forma diferente. Sua atuação ocorre através da inibição de síntese de giberelina, levando a um crescimento mais lento dos colmos permitindo o acúmulo da sacarose e a inibição do florescimento. Outras moléculas, como clethodim, glyphosate e bispyribac-sodium, interferem diretamente em biossínteses específicas da planta.

Outro fator que diferencia os maturadores é o tempo de ação. Aqueles de tiro curto (clethodim, glyphosate e bispyribac-sodium) interferem no crescimento da planta de 15 a 35 dias após a aplicação, enquanto os de tiro longo (ethephon e trinexapac-ethyl), de 35 a 60 dias. Após esse período, as moléculas são metabolizadas e a planta poderá retomar seu crescimento. Uma compreensão profunda das janelas de cada produto é essencial para que a colheita seja feita dentro do período apropriado. Colher fora do prazo implicará em perdas na qualidade da matéria-prima visto que, após a janela de colheita a cana tenderá a retomar o seu crescimento porém, se a mesma estiver debilitada e/ou em condições desfavoráveis ao crescimento, a cana poderá senescer.

Pré-maturadores, que incrementam a eficiência dos maturadores, elevando a produção de sacarose

Para a satisfação dos produtores, a Stoller intensificou as pesquisas para aumentar o potencial fotossintético da cana-de-açúcar, oferecendo ao setor pré-maturadores, que incrementam a eficiência dos maturadores, elevando a produção de sacarose.

produtividade do canavial

O Programa MOVER, desenvolvido pela Stoller, alia os produtos MOVER e STIMULATE para maximizar dois processos fundamentais responsáveis pelo maior acúmulo de açúcar: a taxa fotossintética e a eficiência da planta em translocar seus fotoassimilados das folhas para os colmos.

O Desenvolvimento de marcado cana-de-açúcar da Stoller, Marcelo Lontro, explica que o MOVER consiste em um complexo de nutrientes que melhora a eficiência da fotossíntese e eleva a eficiência da translocação desses fotoassimilados das folhas para os colmos, . Já o STIMULATE é um regulador de crescimento vegetal, cujos ingredientes ativos ocorrem naturalmente na planta: CINETINA, ÁCIDO GIBERÉLICO e ÁCIDO 4-INDOL-3-ILBUTÍRICO. Com as aplicações de STIMULATE, o resultado prático esperado para a cultura é uma planta altamente eficiente e produtiva devido ao equilíbrio hormonal e aumento da taxa fotossintética.

“Aplicado de 60 a 90 dias antes do uso dos maturadores, o Programa MOVER irá aumentar a produtividade e a qualidade da matéria-prima, melhorando o acúmulo de ATR, entregando o máximo de TAH, potencializando a eficiência dos maturadores e, por fim, trazendo mais rentabilidade e lucratividade para seu negócio”, salienta Lontro.

O Programa MOVER integra o “Cana Perene”, um programa macro da Stoller que maneja a cana-de-açúcar ao longo do seu ciclo, atendendo às principais necessidades da cultura, em cada etapa do seu desenvolvimento, através de soluções integradas.

Últimos posts

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar   O fertilizante foliar é um aditivo agrícola que, na agricultura moderna, emerge como uma ferramenta essencial no arsenal de qualquer produção agrícola. Além de melhorar significativamente a saúde geral das...

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

A nutrição foliar é uma técnica na agricultura, que possibilita o fornecimento direto de nutrientes às plantas através das folhas. Esta prática é uma evolução de métodos aprimorada com a ciência agrícola atual. Representa uma abordagem complementar à nutrição...

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Realizar a fixação biológica do nitrogênio (FBN) em seu cultivo é uma prática fundamental e que contribui diretamente para o crescimento e desenvolvimento saudável das plantas. Afinal, a presença do nitrogênio é fato vital para a síntese de proteínas e de outros...

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Em um cenário agrícola cada vez mais desafiador, otimizar o desempenho das plantas é uma meta essencial para garantir produtividade, qualidade e sustentabilidade. Uma abordagem inovadora e eficiente que tem ganhado destaque entre os profissionais com conhecimentos...

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

A agricultura é um dos pilares fundamentais da economia global e demanda constantes inovações e práticas aprimoradas. Dentro deste contexto, a inoculação é uma estratégia de destaque na promoção do crescimento vegetal. Neste artigo, você entenderá: o que é a...

Compartilhar:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recommended
A quantidade de adubo para milho NPK irá depender das…
Cresta Posts Box by CP