Canavial forte e resistente seguirá altamente produtivo por vários cortes

Ampla formação de raízes, resistência a doenças e nematoides, estande de plantas e melhoria do processo fotossintético são aspectos cruciais para a formação de um canavial forte e resistente.

A obtenção de um canavial forte, resistente e, acima de tudo, produtivo, é fruto de um trabalho longo e árduo, que tem início antes mesmo da implantação da cultura. Durante os meses que precedem o plantio, os gestores da área/propriedade devem se reunir para traçarem um plano de ação, crucial para o sucesso ou derrocada da lavoura que será instalada.

Esse planejamento inclui levantamento topográfico para definição de traçados e áreas de manobra, escolha das variedades segundo o ambiente de produção, aquisição/produção de mudas sadias, definição da época e modalidade de plantio (tradicional, Cantosi ou Meiosi) e seleção da cultura rotacional (se houver).

Chegada a hora do plantio, os produtores e usinas devem conduzir um bom preparo de solo, com sistematização do terreno e descompactação do solo. O Representante Técnico de Vendas (RTV) da Stoller, Breno Henrique de Souza, afirma que essa etapa será vital para a formação de um robusto sistema radicular, responsável pela sustentação da planta, absorção e transporte de água e nutrientes, manutenção de reservas, resistência a estresses e consequentemente a um canavial forte e resistente.

“O preparo de solo dará condições para que as raízes cresçam e se aprofundem no perfil do solo, contribuindo para maior resposta das touceiras, uma vez que o sistema radicular tem influência direta sobre alguns atributos da cultura, como tolerância à seca, mecanização e problemas fitossanitários; capacidade de brotação e perfilhamento; porte da planta (ereto ou decumbente) e eficiência na absorção de água e nutrientes.”

No entanto, apenas essas operações não são suficientes para uma ampla formação de raízes. Conjuntamente, deve-se apostar no uso de tecnologias que maximizarão esse desenvolvimento. É o caso do “Enraize”, programa da Stoller que alia os produtos “Stimulate” e “Rizotec” com o objetivo de potencializar a formação do sistema radicular e, consequentemente, estabelecer um canavial vigoroso e livre do ataque de nematoides desde o início de seu ciclo.

Souza explica que o “Stimulate” é um regulador de crescimento vegetal que provê três hormônios altamente necessários para que a planta enraíze, brote e perfilhe da melhor maneira. “A CINETINA induz o crescimento – não somente através da divisão celular, mas do alongamento celular – e promove o crescimento das gemas laterais, não interferindo na dominância apical. O ÁCIDO GIBERÉLICO favorece a germinação e o ÁCIDO 4-INDOL-3-ILBUTÍRICO participa do crescimento – principalmente pelo alongamento celular -, retarda a abscisão foliar, e induz a formação de primórdios radiculares.”

Porém, ele observa que de nada adiantará um sistema radicular bem desenvolvido se ele será “atacado”” por nematoides, pragas de solo que parasitam as raízes e impedem a absorção de água e nutrientes, levando a um canavial fraco e pouco produtivo. “Por conta disso, o programa ‘Enraize’ inclui também o bionematicida ‘Rizotec’. A base do fungo Pochonia chlamydosporia (CEPA PC-10), esse produto se destaca por dois grandes fatores: ação ovicida e possibilidade de utilização em condições adversas, como nas épocas mais secas do ano.”

O RTV da Stoller salienta que, caso todos esses passos tenham sido seguidos corretamente, tem-se a garantia de um canavial forte e resistente, além de saudável e que seguirá produtivo por longos cortes. “É durante o plantio que iremos formar a base da nossa lavoura. Dessa forma, um preparo de solo malfeito aliado a não aplicação de hormônios e/ou nematicidas irá resultar em uma cultura mal desenvolvida, fraca e constantemente atacada por pragas e doenças. Fatalmente, essa área não atingirá a produtividade esperada e terá que ser enviada precocemente para reforma, tendo o produtor ou usina que arcar novamente com os altos custos de plantio da atualidade.”

Uma vez formado o sistema radicular, é hora de voltar as atenções ao aumento do estande e melhoria do processo fotossintético

Com um sistema radicular bem estabelecido e resistente ao ataque de nematoides, é hora de pensar no estande do canavial, ou seja, no número de plantas por metro. Um estande considerado ideal vai de 80 mil a 110 mil colmos por hectare, volume mais do que suficiente para obtenção de altas produtividades.

Vários fatores podem afetar esse número, como práticas inadequadas de plantio, sistema radicular pouco desenvolvido e infestação de pragas, doenças e plantas daninhas. O programa “Enraize”, da Stoller, também auxilia nessa frente. O RTV da companhia, Breno Henrique de Souza, explica que o “Stimulate” fornecerá os hormônios necessários, não apenas para ampla formação de raízes, mas também para boa brotação, perfilhamento inicial e desenvolvimento aéreo; ao passo que o “Rizotec” protegerá o sistema radicular contra o ataque dos nematoides, evitando a deformação e necrose das raízes e, consequentemente, queda no estande de plantas.

Outro benefício do programa “Enraize” é a formação de um canavial com menor risco de danos causados pela Podridão abacaxi, causada pelo fungo Thielaviopsis paradoxa (Ceratocystis paradoxa). Ocorre que, nos plantios de inverno, as condições de baixa temperatura e umidade atrasam a brotação dos rebolos, fazendo com que a cultura fique exposta a algumas espécies de fungos presentes no solo. Uma contaminação elevará os riscos de falhas e quedas na produtividade. “O uso de ‘Stimulate’ no sulco de plantio irá acelerar a brotação do canavial, mesmo nos períodos mais frios e secos do ano, evitando a proliferação desses fungos.”

Uma vez passados os períodos de brotação e emergência, é chegada a fase vegetativa da cultura. Nesse momento, recomenda-se a utilização de tecnologias que elevem as taxas de acúmulo de biomassa e potencializem o processo fotossintético a fim de possibilitar que o canavial expresse altas produtividades.

Pensando nisso, a Stoller criou o “PromovaND”, um programa com quatro soluções distintas que nutre a cana-de-açúcar em seu período de máximo crescimento e favorecer a construção de plantas mais resistentes contra o ataque de doenças. “Nesse momento, propomos uma nova aplicação de “Stimulate”, que irá potencializar o processo de fotossíntese da planta, travada pelo estresse hídrico e que entrou ‘debilitada’ no seu período de maior crescimento vegetativo e acúmulo de biomassa”, Souza.

Em paralelo é importante fornecer uma nutrição capaz de suprir todas as necessidades da cultura, tanto com o foco em seu crescimento quanto para a construção de plantas mais resistente contra o ataque de doenças. “O ‘Starter Cana’ é um fertilizante foliar com formulação balanceada que promove o equilíbrio nutricional através do fornecimento de elementos escassos nos solos brasileiros, mas altamente importantes, uma vez que participam ativamente do desenvolvimento da cultura, como, enxofre, boro, manganês, molibdênio e zinco. Esses nutrientes são prontamente assimiláveis equelatizados, garantindo melhor absorção e aproveitamento.”

O “NCana” é composto por nitrogênio e molibdênio, elementos vitais para um melhor desenvolvimento da cultura, auxiliando na formação de folhas, favorecendo o rápido crescimento dos colmos e participando ativamente do processo de fotossíntese. “Esse composto nitrogenado é aplicado de forma foliar e possui liberação gradual (30 a 40 dias), aumentando a eficiência da utilização desses nutrientes via folha e incrementando a produção de biomassa”, complementa.

Por fim o Re-leaf completa o programa PromovaND composto principalmente por Cobre e Zinco, que são importantes componentes de enzimas antioxidantes e participam na síntese de hormônios vegetais, proteínas e clorofila. Além disso desempenham papel importante na defesa de plantas.

Lembrando que o “Enraize” e o “PromovaND” integram o “Cana Perene”, um programa macro da Stoller que maneja a cana-de-açúcar ao longo do seu ciclo, atendendo às principais necessidades da cultura, em cada etapa do seu desenvolvimento, por meio de soluções integradas.

Últimos posts

Estratégias de Colheita e Pós-Colheita para Culturas de Verão

Estratégias de Colheita e Pós-Colheita para Culturas de Verão

Conhecer as estratégias de colheita específicas para cada cultura é fundamental para a garantia de máxima qualidade do produto. Uma das principais dicas é conhecer o momento ideal para a colheita, levando em consideração fatores como o estágio de maturação da planta e...

Entenda o Papel dos Macronutrientes na Nutrição das Plantas

Entenda o Papel dos Macronutrientes na Nutrição das Plantas

Os nutrientes são elementos químicos essencialmente requeridos pelas plantas para que estas possam crescer, desenvolver e deixar descendentes. Hoje, existem 17 elementos cuja essencialidade foi comprovada pela pesquisa: C, H, O, N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cl, Cu, Fe, Mn,...

Maximizando a Produtividade da Soja no Sul com Soluções Stoller

Maximizando a Produtividade da Soja no Sul com Soluções Stoller

Maximizar a produtividade da soja no Sul do Brasil é um desafio diante das situações climáticas da região. E para atingir esse objetivo, é essencial a implementação de estratégias agronômicas e tecnologias inovadoras, visando não apenas ao aumento quantitativo, mas...

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar   O fertilizante foliar é um aditivo agrícola que, na agricultura moderna, emerge como uma ferramenta essencial no arsenal de qualquer produção agrícola. Além de melhorar significativamente a saúde geral das...

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

A nutrição foliar é uma técnica na agricultura, que possibilita o fornecimento direto de nutrientes às plantas através das folhas. Esta prática é uma evolução de métodos aprimorada com a ciência agrícola atual. Representa uma abordagem complementar à nutrição...

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Realizar a fixação biológica do nitrogênio (FBN) em seu cultivo é uma prática fundamental e que contribui diretamente para o crescimento e desenvolvimento saudável das plantas. Afinal, a presença do nitrogênio é fato vital para a síntese de proteínas e de outros...

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Em um cenário agrícola cada vez mais desafiador, otimizar o desempenho das plantas é uma meta essencial para garantir produtividade, qualidade e sustentabilidade. Uma abordagem inovadora e eficiente que tem ganhado destaque entre os profissionais com conhecimentos...

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

A agricultura é um dos pilares fundamentais da economia global e demanda constantes inovações e práticas aprimoradas. Dentro deste contexto, a inoculação é uma estratégia de destaque na promoção do crescimento vegetal. Neste artigo, você entenderá: o que é a...

Compartilhar:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recommended
O manejo da cana-de-açúcar é essencial, uma vez que a…
Cresta Posts Box by CP