7 Dicas para um bom tratamento de sementes on farm

A semente é um dos insumos mais importantes no planejamento de uma nova safra, de um novo ciclo. Uma semente de qualidade e com proteção oferecida durante o tratamento de sementes on farm pode te ajudar a começar bem, evitando vários problemas do início do desenvolvimento das plântulas.

O que é tratamento de semente?

Aproveite para ouvir este texto no player abaixo:

As sementes representam uma boa fatia do custo de produção do agricultor e um tratamento de sementes feito de forma inadequada pode afetar germinação e vigor das sementes, além de deixá-las desprotegidas contra patógenos e pragas de solo. Falando em tratamento de sementes, hoje muito se compara o tratamento de sementes industrial com o tratamento de sementes on farm, onde o primeiro pode garantir uma distribuição de defensivos e tecnologias mais uniforme nas sementes. Porém, isso não significa que o tratamento de sementes on farm não possa ser uma alternativa viável.

A qualidade das sementes é determinada através de alguns parâmetros físicos, fisiológicos, genéticos e sanitários. Uma semente de qualidade tem estrutura íntegra, e são uniformes quanto a tamanho e forma, contribuindo para a melhor distribuição no momento da semeadura. Já quando nos referimos a qualidade fisiológica a porcentagem de vigor e germinação são protagonistas. Sei que lendo esse texto você deve estar se perguntando sobre o parâmetro genético, e sim, ele é importante, a escolha da cultivar com pureza varietal e adequada ao zoneamento climático. Por fim, lembre-se que sua semente precisa ter qualidade sanitária, sem contaminação por patógenos ou sementes de plantas daninhas por exemplo, prejudicando assim seu cultivo.

Mas vamos ao que interessa, afinal você está aqui para saber um pouco mais sobre seu tratamento de sementes on farm. Vou te dar algumas dicas, combinado?

7 dicas para realizar tratamento de sementes on farm:

1. Uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI)

A primeira delas é que o uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) ao realizar o tratamento é fundamental, ou seja, qualquer pessoa que for manusear as tecnologias e realizar o tratamento deve estar protegida.

2. Dosagem ideal para o tratamento de sementes on farm

Além disso produtor, sempre dê uma olhada na bula do produto, verificando a dosagem ideal das tecnologias para tratar as sementes e verificando se aquela tecnologia tem registro para a cultura que deseja tratar. Sabia que as dosagens maiores que o recomendado pode acelerar a resistência de pragas e doenças aos ingredientes ativos, além de prejudicar germinação e vigor?

3. Compatibilidade de mistura e interação

Outro ponto importante antes de iniciar seu tratamento de sementes on farm é verificar sobre a compatibilidade e interação de todos os defensivos que vai utilizar, afinal hoje o tratamento de sementes não se resume em apenas inseticidas e fungicidas, cada vez mais a semente se torna veículo para nutrientes, nematicidas e biológicos. Se os produtos não forem compatíveis isso pode gerar fitotoxidez as sementes, assim como atraso do desenvolvimento inicial, falhas de estande e presença de plantas dominadas.

4. Qualidade Operacional para o tratamento de sementes on farm

Vamos falar um pouco sobre o operacional? Hoje temos diversas máquinas para tratamento de sementes on farm, independente do implemento que escolheu, realizar a limpeza, manutenção e regulagem da máquina é extremamente importante. Sempre após algumas bateladas, revisar a regulagem, pois a garantia de seu investimento está na qualidade do seu tratamento das sementes.

5. Uniformidade do tratamento

Um dos maiores comparativos com relação ao tratamento de sementes industrial versus o tratamento de sementes on farm é o revestimento uniforme das sementes. Pra te fazer entender o quanto essa uniformidade no tratamento de sementes é importante, só é possível distribuir em 1 hectare uma quantidade tão pequena de determinado elemento pela semente, ela sendo um veículo poderoso para levar tecnologias até a rizosfera.

6. Volume de calda

Mas um ponto de atenção, é que existe um limite de volume de calda por semente. Ultrapassar esse limite pode afetar aqueles 3 dos 4 parâmetros de qualidade que te contei no início desse bate papo, como qualidade física, fisiológica e sanitária. A Embrapa recomenda que o volume de calda não ultrapasse 1000 ml/ 100 kg de sementes, mas sempre vá monitorando o aspecto físico das sementes.

7. Inoculantes

Falar de tratamento de sementes e de Stoller te lembra sobre os inoculantes, que são uma ferramenta que pode ir juntamente com a semente na semeadura. Como dica para manter a eficiência e qualidade do inoculante é nunca realizar a inoculação na mesma operação de tratamento com fungicidas e micronutrientes, pois eles podem causar mortalidade das bactérias. A aplicação de inoculantes na semente deve ser a última operação a ser realizada, se atentando sempre ao tempo em que a semente pode ficar tratada com o inoculante, uma vez que temos inoculantes que devem ser utilizados e logo em seguida a semente deve ser plantada e inoculantes que têm uma viabilidade maior de tempo de tratamento.

No momento do tratamento de uma semente você vai se deparar com diversos caminhos, escolha aquele que vai preservar ao máximo sua semente e tecnologias que irão te ajudar a explorar o máximo potencial produtivo das plantas.

Produtor, espero que essa jornada com algumas dicas para o tratamento de sementes on farm possa te ajudar a iniciar uma nova safra da melhor forma possível, o tratamento de sementes é um excelente aliado e de grande importância para as culturas.

Autor: Fernanda Patrício Vieira

Quer ter certeza se você está pronto para começar seu tratamento de sementes? Baixe o checklist abaixo que preparamos para fazer a conferência de forma rápida, objetiva e eficaz!

 

Últimos posts

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar   O fertilizante foliar é um aditivo agrícola que, na agricultura moderna, emerge como uma ferramenta essencial no arsenal de qualquer produção agrícola. Além de melhorar significativamente a saúde geral das...

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

A nutrição foliar é uma técnica na agricultura, que possibilita o fornecimento direto de nutrientes às plantas através das folhas. Esta prática é uma evolução de métodos aprimorada com a ciência agrícola atual. Representa uma abordagem complementar à nutrição...

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Realizar a fixação biológica do nitrogênio (FBN) em seu cultivo é uma prática fundamental e que contribui diretamente para o crescimento e desenvolvimento saudável das plantas. Afinal, a presença do nitrogênio é fato vital para a síntese de proteínas e de outros...

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Em um cenário agrícola cada vez mais desafiador, otimizar o desempenho das plantas é uma meta essencial para garantir produtividade, qualidade e sustentabilidade. Uma abordagem inovadora e eficiente que tem ganhado destaque entre os profissionais com conhecimentos...

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

A agricultura é um dos pilares fundamentais da economia global e demanda constantes inovações e práticas aprimoradas. Dentro deste contexto, a inoculação é uma estratégia de destaque na promoção do crescimento vegetal. Neste artigo, você entenderá: o que é a...

Compartilhar:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recommended
Em um artigo recente aqui no nosso blog, falamos sobre…
Cresta Posts Box by CP