Desafios na produção de milho: saiba como superá-los

O Brasil é um dos países que mais produz milho no mundo, mas para que a produção de milho tenha sucesso, os produtores precisam superar grandes desafios durante todo o plantio. Há dois principais desafios durante a safra que precisamos nos atentar para maiores produtividades, são eles: desafios na construção da lavoura e os desafios de proteção. Falaremos detalhadamente sobre cada um deles.

Desafios na produção de milho:

1º Precisão da semeadura:

A semeadura do milho deve ser realizada em época correta, pois uma vez que a semeadura é feita incorretamente o produtor pode perder cerca 30kg por hectare, de acordo com uma pesquisa feita pela Brasil Central.

A densidade da semeadura depende do híbrido e da disponibilidade hídrica. No caso do híbrido, é importante considerarmos porte de planta, resistência ao acamamento e a finalidade a que se destina o plantio. Quanto maior a disponibilidade hídrica, maior será a densidade recomendada.

Outro fator de atenção é a revisão das plantadeiras. Garantir uma boa plantabilidade é fator chave para o sucesso de uma lavoura de milho. Isso garantirá que a produção de milho seja bem feita.

2º Fertilidade do solo

Para superar os desafios da produção de milho em relação a fertilidade do solo, deve ser feita uma diagnose para analisar e entender quais são os aspectos químicos, físicos e biológicos daquele solo. Além disso, é preciso entender qual o requerimento nutricional do milho de acordo com a produtividade almejada, os padrões de absorção e acumulação de nutrientes e conhecer os métodos e épocas de aplicação.

3º Fatores climáticos

O clima é de fato um dos fatores cruciais que os produtores têm que lidar durante o dia a dia.

Para superar esse desafio é necessário entender a exigência hídrica da cultura, que no caso do milho é de aproximadamente 5mm de água por dia. Ademais, é importante conhecer a capacidade de armazenamento de água do solo, bem como o histórico de precipitação da região.

Ademais, entender o solo e a capacidade de armazenamento de água em cada um deles são essenciais. Além do estudo que o produtor deve fazer sobre o histórico de precipitação e padrão de distribuição.

Outro fator, é escolher qual híbrido é mais resistente aos fatores climáticos do ambiente onde está plantada.

4º Aplicações foliares (micronutrientes)

Muitos produtores não realizam a aplicação de micronutrientes na lavoura de milho. No entanto, essa prática pode elevar as taxas produtivas do milho.

Os micronutrientes são absorvidos em sua maioria por difusão. Além da baixa eficiência nesse tipo de processo, tais elementos sofrem diversas interações no solo o que pode prejudicar a eficiência da absorção radicular. Nesse contexto, a aplicação foliar de micronutrientes traz excelentes respostas, fornecendo esses nutrientes em quantidades adequadas e no momento exato, de acordo com a marca de absorção da cultura.

Desafios de proteção da lavoura:

1º Plantas daninhas

A competição do milho com a planta daninha pode gerar perdas de 10% a 85% de produtividade.

Para contornar a situação, a combinação do espaçamento, densidade de semeadura, híbridos com diferenças nos ciclos, arquiteturas mais eretas e níveis de fertilizantes especialmente o nitrogênio, pode construir um sistema em que o milho seja mais competitivo com as plantas daninhas. Ou seja, quanto mais fecharmos as linhas, as plantas daninhas terão menores possibilidades de crescimento.

2º Doenças

Nos últimos anos houve um aumento acentuado de ocorrência de doenças na cultura do milho. A sugestão é o produtor utilizar híbridos mais resistentes associado a outras práticas de manejo, como rotação de culturas e épocas de semeaduras mais adequadas.

Você conhece as principais doenças que acometem a cultura do milho? Veja aqui (linkar outro texto)

3º Pragas

Como as doenças, o aumento de pragas no milho foi significativo. Por isso, no controle de pragas é importante se atentar na aplicação correta do método químico, caso contrário, pode propiciar o desenvolvimento insetos resistentes ao inseticida aplicado.

Uma boa estratégia tem sido a utilização de inseticidas químicos e biológicos via tratamento de sementes e aplicações foliares.

Principais pragas – lagartas do cartucho, lagartas da espiga de milho, pulgão, cigarrinha do milho e percevejo barriga verde

Diante disso, podemos entender que cada safra é um desafio e para poder contornar toda a situação o produtor deve entender sobre a sua lavoura, os pontos fortes e fracos de produção, e assim traçar planos estratégicos para o controle.

Então, agora que você já sabe quais os maiores desafios durante a produção de uma cultura, você pode começar a se preparar para o manejo adequado da sua lavoura, visando assim vencer as intempéries e promover uma lavoura forte e saudável.

Últimos posts

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar

Fertilizante Foliar: O que é e Como Aplicar   O fertilizante foliar é um aditivo agrícola que, na agricultura moderna, emerge como uma ferramenta essencial no arsenal de qualquer produção agrícola. Além de melhorar significativamente a saúde geral das...

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

Nutrição foliar: o que é e como fazer  

A nutrição foliar é uma técnica na agricultura, que possibilita o fornecimento direto de nutrientes às plantas através das folhas. Esta prática é uma evolução de métodos aprimorada com a ciência agrícola atual. Representa uma abordagem complementar à nutrição...

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Como facilitar a fixação do nitrogênio pelas plantas?

Realizar a fixação biológica do nitrogênio (FBN) em seu cultivo é uma prática fundamental e que contribui diretamente para o crescimento e desenvolvimento saudável das plantas. Afinal, a presença do nitrogênio é fato vital para a síntese de proteínas e de outros...

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Como a biorregulação otimiza o desempenho das plantas?

Em um cenário agrícola cada vez mais desafiador, otimizar o desempenho das plantas é uma meta essencial para garantir produtividade, qualidade e sustentabilidade. Uma abordagem inovadora e eficiente que tem ganhado destaque entre os profissionais com conhecimentos...

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

Inoculação na agricultura: o que é e como fazer  

A agricultura é um dos pilares fundamentais da economia global e demanda constantes inovações e práticas aprimoradas. Dentro deste contexto, a inoculação é uma estratégia de destaque na promoção do crescimento vegetal. Neste artigo, você entenderá: o que é a...

Compartilhar:
Recommended
Obtenha colheitas consistentes e valorizadas no mercado com estas dicas…
Cresta Posts Box by CP